Conta-ME Histórias, que EU Gosto!… Contas? #16 – O MEU SONHO DE… AMOR!


© PP - Dream a little dream of... LOVE!

© PP – Dream a little dream of… LOVE!

 

#16 – O MEU SONHO DE… AMOR!

 

“Orgulho, vaidade, despeito, rancor, tudo passa, se verdadeiramente o homem tem dentro de si um autêntico sonho de amor”. – Num passado longínquo, das minhas aulas da disciplina de Português, este, um pequeno excerto que relembro do texto “Um Autêntico Sonho de Amor”, do famoso poeta e escritor de São Martinho de Anta, Miguel Torga.

Na altura, pareceu-me uma frase obsoleta, desprovida de significado, talvez fruto da minha imaturidade e inexperiência de vida. Coisas de adolescente…

Mas, na realidade, olhando para trás, afinco com certeza que o sonho comanda a vida; e se for um sonho de amor, em que a voz do coração impere sobre a da razão, tanto melhor.

Com a maturidade, todas “essas pequenas misérias” – orgulho, vaidade, despeito, rancor -, fatais apenas no começo da puberdade, como o defende o autor, acabam por se maleabilizar aos contornos do nosso sonho de amor.

Depois, há que ajustá-lo – o nosso sonho de amor -, às contingências, para que subsista às intempéries coletivas, quais fenómenos devastadores da estupidez social que quase o aniquila.

Na vida, é tão enorme o meu empenho em avançar, como o de qualquer um. Ciente de distar do meu ideal imaginário e de ser tão amplo e aleatório o trilho que se me depara, como o que já caminhei, enlaço todos os dias, os ensinamentos dos meus filhos, leio e escrevo o que me é possível para enriquecer-me, embarco em mudanças por mais pequenas que sejam se lhes vislumbro melhorias, e, jamais, jamais mesmo, assumirei como definitivo o que hoje penso, posso, quero, mando, sou ou me falta.

Tão diferente do que era há trinta anos atrás, questiono-me como serei num futuro, a longo prazo. O destino, se é que ele existe, terá uma palavra a dizer, mas a resposta, quem além de mim a dará?

Se por cá andar, certamente estarei a dar continuidade ao meu “sonho de amor”… até ao último suspiro.

 

Michael Buble – Dream a Little Dream of Me

 

© Paula Pedro

 

Anúncios

3 comentários a “Conta-ME Histórias, que EU Gosto!… Contas? #16 – O MEU SONHO DE… AMOR!

    • Supposedly I understand that appreciates my work here on my Blog.
      Today, it is much easier and cheaper to express ourselves through the Internet, which still does not replace the pleasure of reading through a book and enjoy it: its texture, its smell, its embrace .. ..
      I have some articles published in anthologies and Gleanings, but unfortunately, not yet, a work entirely on my own.

      Thank you

      Kisses 🙂

      Paula Pedro

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: