Poeta-ME!… Poetas? #22 – FOSTE[-TE]!…


#22 – FOSTE[-TE]!…   Foste embora. Agora és de outro alguém, E eu não sou de ninguém. Talvez um dia… quem sabe? Talvez consiga voltar a entregar o meu corpo. Dormir com outro alguém que não tu. Alguém que derreta este bloco de gelo Instalado no meu peito. Acho difícil, por ora… As minhas lágrimas continuam […]

Poeta- ME!… Poetas? #21 – POEMA DA LIBERTAÇÃO… DE TI!


#21 – POEMA DA LIBERTAÇÃO… DE TI!   Não mais pronunciarei o teu nome Enquanto prossigo pelos trilhos da vida. Não quero lembrar as palavras em vão repetidas, Surdas aos teus ouvidos, E ao teu coração. Muito em breve chegarão as chuvas; E com elas, o final das lágrimas extenuadas de cansaço; Que ainda me fluem […]

Poeta-ME!… Poetas? #20 – NÃO QUEIRAS SABER DE MIM!


#20 –  NÃO QUEIRAS SABER DE MIM! Não queiras saber de mim, Porque eu não te mereço. Sou pedra. Sou lava incandescente. Sou furacão que devasta. Sou iceberg à deriva na imensidão do oceano gélido. Sou corpo sem chão que levita; Frio; Vazio; Sem coração. Não queiras saber de mim, Porque tardo em ser tua. Sou um […]

Poeta-ME!… Poetas? #19 – A TER QUE MORRER… QUE SEJA DE AMOR! (Poema erótico)


  #19 – A TER QUE MORRER… QUE SEJA DE AMOR! (Poema erótico) A ter que morrer, Que ao menos seja de amor. Junto à tua boca. À pele do teu sorriso. Onde a tua língua gulosa Segue o seu trilho. E culmina no beijo húmido e quente. Perdidamente… Perdido em mim. A sufocar-me de prazer, […]

Poeta-ME!… Poetas? #18 – QUERO-TE JÁ!… AQUI E AGORA! (Poema erótico)


  #18 – QUERO-TE JÁ!… AQUI E AGORA! (Poema erótico)   Quero-te de volta, Por inteiro. Sem mais demoras. Quero-te meu, já, aqui e agora, Que o desejo já não se contém, E a vontade, não tem hora. Sorve-me o ar nessa loucura. Suga-me o desejo com as mãos. Acaricia-me com ternura. Arranha. Devora-me forte e com […]

Poeta-ME!… Poetas? #17 – SERÁ AMOR?


  #17 – SERÁ AMOR?! Quando pouso os meus olhos nos teus, sinto uma espécie de calafrio. Um arrepio que me electrifica o corpo, deixando-o num frenesim. Não tem como disfarçar essa coisa que me impele, que me puxa, que me empurra. Desnorteia-me!… Sei lá!… Faz-me andar de um lado para o outro, dentro de mim. Será […]

Poeta-ME!… Poetas? #16 – DO CORTEJO DA QUEIMA DAS FITAS, DE COIMBRA


  #16 – DO CORTEJO DA QUEIMA DAS FITAS, DE COIMBRA Naquele tempo, éramos crianças já crescidas E sonhávamos. Coimbra, cidade de tradições, Alimentava nossos sonhos, Mantendo-nos agarrados A uma espécie de doce inocência. Ah! Mas tudo passa, E a saudade fica… Logo, logo, percebemos que afinal, A vida universitária, Não é a antecâmara de um […]

Poeta-ME!… Poetas? #15 – COIMBRA, MINHA ALMA – O MEU SENTIR… POR TI!


  #15 – COIMBRA, MINHA ALMA – O MEU SENTIR… POR TI! Coimbra dos amores, Coimbra dos doutores. Não nasci sobre o teu berço; Nem cresci a olhar teu encanto; Nem vesti tua capa negra de saudade; Nem chorei o bater da velha cabra; Nem levei segredos teus pra vida! Acolheste-me de braços abertos. Era uma […]

Poeta-ME!… Poetas? #14 – O QUE ÉS PARA MIM EM… POESIA


#14 – O QUE ÉS PARA MIM EM… POESIA Pego nas palavras, Enrodilho-as, Baralho-as. Troco-lhes as voltas e os sentidos, E faço delas uma espécie de poema, Que é o meu colo. Quente, confortável, aconchegante; Onde posso despir-me do meu cansaço. Ficar nua para TI. Apetecível aos teus olhos… Aos teus instintos. Para que me sintas […]

Poeta-ME!… Poetas? #13 – ESPERO-TE!… PASSE O TEMPO QUE PASSAR


  #13 – ESPERO-TE!… PASSE O TEMPO QUE PASSAR Amo-te. Por isso, espero-te. Tenho todo o meu tempo para ti. E, mesmo que não venhas, eu espero. Sabes? Esperar-te tornou-se tão imperativo como respirar. Amar-te na espera, ensina-me a ver o futuro, a desejá-lo, a fazer tudo para que aconteça. É tão mais fácil esperar do que desistir. […]

Aventar

Expor ao vento. Arejar. Segurar pelas ventas. Farejar, pressentir, suspeitar. Chegar.

sentidoemocional.wordpress.com/

Por ser um tema presente e marcante na vida humana, este descreve os vários sentimentos e emoções do nosso dia-a dia através das palavras.

BLASFÉMIAS

A Blasfémia é a melhor defesa contra o estado geral de bovinidade

O Meu Quintal

Apenas umas opiniões e pouco mais.

Yellingrosa's Weblog

Poetry, Visual Arts, Music and IT Tech

Doutor Enfermeiro

A great WordPress.com site

Cogitare em Saúde

Cogitare is Latin for “thinking” or more broadly, “to set the mind in motion”, Health news, Nurse

Observador Público

Actualidade, Política, Cultura…

A Estátua de Sal

As palavras têm a leveza do vento e a força da tempestade. Vitor Hugo

© Célia Moura

Biografia, Poesia, Pensamentos, Prosa Poética, Obras Publicadas, Projectos Literários

...e a Trofa é minha!

heréticos desnaturados ousam esmiuçar a realidade política e social da sua terra. Sem medo nem clientelas.

Luz da imagem

A luz, essência da imagem e da fotografia. Analógica/digital; imagem real; imagem artística; Ensaios fotográficos.

O Retiro do Sossego

Mais um site WordPress.com

Pensar a Saúde

Pensamentos sobre… saúde, enfermagem, et al.

pamarepe

A great WordPress.com site

Cody McCullough Writes:

A Man and His Words